Politicians and Election, Vote in Freedom, Actively Participate in Democracy, Vote for Change, Online referendum
left right close

Pedro Carlos de Orléans e Bragança

> Brasil > Politicians > Pedro Carlos de Orléans e Bragança
Pedro Carlos de Orléans e Bragança is ready for your opinion, support and vote. Vote online NOW!
Independente
 
photo Dom Pedro Carlos

Dom Pedro Carlos - for

O príncipe-titular de Orléans e Bragança. | The head of the Petrópolis branch of the Brazilian Imperial House.
 NO! Dom Pedro Carlos

Dom Pedro Carlos - against

Clique, se você não apoiar o príncipe Pedro Carlos de Orléans e Bragança. Diga por quê. / Click, if you do not support Prince Pedro Carlos de Orléans e Bragança. Say why.

Online election results for "Dom Pedro Carlos" in graph.

graph
Graph online : Pedro Carlos de Orléans e Bragança
Full functionality only if Javascript and Flash is enabled
POR: Dom Pedro Carlos de Orléans e Bragança e Bourbon (31 de outubro de 1945), príncipe-titular de Orléans e Bragança, é o filho primogênito de D. Pedro Gastão de Orléans e Bragança, anterior príncipe-titular de Orléans e Bragança, e de D. Maria da Esperança de Bourbon e Orléans, princesa das Duas Sicílias. Vida ecentemente, D. Pedro Carlos vendeu ao Museu Imperial de Petrópolis a pena dourada com a qual sua bisavó, a última princesa imperial do Brasil, D. Isabel de Bragança e Bourbon, assinou a Lei Áurea, pela soma de 500 mil reais. Apesar de o título de príncipe imperial do Brasil ter sido transmitido aos primogênitos ...
for31against   Na minha opinião o príncipe Pedro Carlos de Orléans e Bragança é a personalidade muito bom. Por exemplo, porque ... (se eu queria escrever porque, eu escrevi isso aqui), positive
for31against   Eu não concordo. Príncipe Pedro Carlos de Orléans e Bragança é má escolha. Por exemplo, porque ... (se eu queria escrever porque, eu escrevi isso aqui), negative
Current preference ratio
for Dom Pedro Carlos

Por dentro do Museu Imperial


Inauguração de exposição e outros eventos marcam o aniversário da cidade no Museu Imperial Em comemoração aos aniversários de sua inauguração e da cidade de Petrópolis, o Museu Imperial realizou uma programação especial nesta sexta-feira, 16 de março. Além da entrada gratuita a todos os visitantes, foi realizada uma série de atividades. Marcando o início das comemorações, o príncipe d. Pedro Carlos de Orleans e Bragança plantou uma palmeira do ...


Pedro Carlos de Orléans e Bragança


FAMÍLIA IMPERIAL PARTICIPARÁ DE SOLENIDADE DE ANIVERSÁRIO DA CIDADE O Príncipe Dom Pedro Carlos de Orleans e Bragança representará a Família Imperial em uma cerimônia realizada no próximo dia 16 no Museu Imperial. A solenidade acontecerá às 15 horas para comemorar o aniversário da cidade e também do Museu Imperial. Dom Pedro Carlos irá plantar uma palmeira no jardim do Museu no momento da cerimônia. Após o plantio da palmeira, o Museu Imperial recebe outros eventos, como a ...


Pedro Carlos de Orléans e Bragança


Pedro Carlos de Orléans e Bragança e Bourbon (31 de outubro de 1945), Príncipe-titular de Orléans e Bragança, filho primogênito de D. Pedro Gastão de Orléans e Bragança,e de D. Maria de la Esperanza de Bourbon. Para uma parte dos monarquistas brasileiros D. Pedro Carlos é considerado Príncipe Imperial do Brasil. Essa alegação possui, todavia, pelo menos duas contestações. Primeiramente, pelo fato de seu avô, D. Pedro de Alcântara de Orléans e Bragança, ter ...


[TOP 4]

> Pedro Carlos de Orléans e Bragança > News


A igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens PretosImagem: divulgaçãoNo último dia 13 de maio, a Imperial Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos mandaram celebrar Santa Missa Solene, em Ação de Graças, pelos 127 anos da Lei Áurea, assinada pela Princesa Dona Isabel, em 13 de maio de 1888. A Família Imperial do Brasil foi representada por SS.AA.RR., o Príncipe Dom Antonio e a Princesa Dona Christine de Orleans e Bragança, unindo-se aos Irmãos e Irmãs e a comunidade que lotou o templo. O Príncipe Dom Antonio é o terceiro da linha sucessão ao Trono Imperial do Brasil. A celebração foi oficiada pelo Capelão, o Revmo. Sr. Pe. Edmar Augusto Costa. Com grande entusiamo, os Irmãos e Irmãs receberam os Príncipes para a importante dataO tradicional templo em estilo colonial, construído há 300 anos, no centro do Rio de Janeiro, que foi Catedral por mais de 70

Em 16 de maio de 2015, a cidade mineira de São João Nepomuceno comemorou 200 anos, com presença da Família Imperial do Brasil.Com uma série de shows, desfile cívico e militar, hasteamento da bandeira, sessão solene na Câmara Municipal, procissão ao Santo Padroeiro, Missa Solene e concerto, a cidade comemorou seu bicentenário. Presentes o Príncipe Dom Antonio e a Princesa Dona Christine, que tiveram absoluto destaque nas comemorações. O Arcebispo Dom Gil Antônio Moreira presidiu as celebrações religiosas. Representaram a Republica Tcheca, o Padre Romuald Stepan Rob, Superior do Monastério Dominicano de Praga, o Cônsul Geral, Pável Prochazca; o Cônsul Honorário, Luiz Augusto Guadalupe e a violinista Jitka Hosprova, que presentearam a cidade com o uma relíquia do santo que empresta o nome a cidade. Dom Antonio e Dona Christine na procissãoDom Antonio e Dona Christine na Santa Missa

O Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo - Saresp utilizou textos do Blog Monarquia Já nas provas que avaliam o  sistema de ensino paulista. Estudantes da rede pública daquele estado encaminharam a edição do Blog Monarquia Já, uma questão da prova de 2011, sobre o processo de abolição da escravatura no Brasil. Confira a imagem:Segundo o site da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, "o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) é aplicado pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo com a finalidade de produzir um diagnóstico da situação da escolaridade básica paulista, visando orientar os gestores do ensino no monitoramento das políticas voltadas para a melhoria da qualidade educacional". 1,3 milhão de alunos realizam a avaliação.Na questão do Seresp, o artigo mencionado, de autoria do editor do Blog Monarquia Já, Dionatan S. Cunha, contrasta com o texto de Júlio Quevedo e Mar

No dia 13 de maio de 2015, data que marcou os 127 anos da assinatura da Lei Áurea, a chamada Pastoral Afro, da Conferência Nacional do Bispos do Brasil, através de seu coordenador, o Padre Jurandyr Azevedo de Araújo, divulgou nota que considera este dia “uma data marcante para o Brasil”, ponderando, porem, que a abolição da escravatura é uma “obra inacabada”.Reconhecimento: Revista Ilustrada, de 14 de julho de 1888, estampa, na capa, uma família negra depositando flores em frente ao retrato da Princesa Dona IsabelEsquece-se a CNBB, grande incentivadora da república, que as referidas questões apontadas no texto são de responsabilidade do golpe de 1889, que ao derrubar a monarquia e banir a Família Imperial, excluiu também o negro. A proclamação da república, há pouco mais de um ano da assinatura da Lei Áurea é significante para o entendimento das manobras do partido republicano da época, que num ato de revanchismo, recebeu apoio de fazendeiros e outros e



 
, pedro carlos orleans bragança and more...
load menu