Politicians and Election, Vote in Freedom, Actively Participate in Democracy, Vote for Change, Online referendum
left right

Biography Durão Barroso

> European Union > Politicians > European People's Party > Jose Manuel Barroso
Durão Barroso Durão Barroso
Durão Barroso
Um político português, actual presidente da Comissão Europeia. | A Portuguese politician, the current President of the European Commission.
email

DESCRIPTION OF CANDIDATE: 

Durão Barroso Biography

POR:

 

José Manuel Durão Barroso GCC (Lisboa, São Jorge de Arroios, 23 de março de 1956) é um político e professor português, actual presidente da Comissão Europeia, cargo que ocupa desde Novembro de 2004. Em Portugal, foi sub-secretário do ministério dos assuntos internos, em 1985, e ministro dos Negócios Estrangeiros em 1992. Entre 2002 e 2004, ocupou o cargo de primeiro-ministro da República Portuguesa. A 23 de novembro de 2004, Durão Barroso assumiu as funções de Presidente da Comissão Europeia, cargo que irá assumir outra vez em Novembro de 2009, após ter sido reeleito pelo Parlamento Europeu a 16 de Setembro. 

 

O início da actividade política

A sua actividade política teve início nos seus tempos de estudante, antes da Revolução dos Cravos de 25 de abril de 1974. Foi um dos líderes da FEM-L (Federação dos Estudantes Marxistas-Leninistas), do Movimento Reorganizativo do Partido do Proletariado (MRPP), força política de inspiração maoísta. Durão Barroso foi expulso do MRPP depois de ter demonstrado uma série de atitudes que atentavam contra os princípios pelos quais o partido se movia; por exemplo: A situação em que Durão Barroso surge na sede do PCTP/MRPP com uma carrinha cheia de mobília da Faculdade de Direito de Lisboa, roubada na sequência dos tumultos pós 25 de Abril. Nesse instante, Arnaldo Matos (líder do partido) ordena a Durão Barroso que vá devolver o material roubado. Em 1980, Durão Barroso aderiu ao Partido Social Democrata, partido do centro-direita português, no qual está filiado até hoje. Em 1993 o World Economic Forum refere-se a Durão Barroso com um dos "Global leaders for tomorrow" e considera-o um "political star".

 

Governação

Na oposição, Durão Barroso foi eleito deputado por Lisboa à Assembleia da República em 1995 e foi o presidente da Comissão de Negócios Estrangeiros. Foi eleito Presidente da Comissão Política Nacional do PSD 1999 no XXI Congresso Nacional do PSD que teve lugar em Coimbra, no Pavilhão da Académica, de 30 de abril de 1999 a 2 de maio de 1999, tendo-se tornado então o líder da oposição. Nas eleições lesgistivas de 2002 conseguiu com o PSD alcançar uma maioria relativa no Parlamento. Formando uma coligação pós-eleitoral com o CDS-PP alcançou uma maioria absoluta que lhe permitiu formar governo com estabilidade.

 

A 6 de abril de 2002, Durão Barroso tornou-se o 160º primeiro-ministro de Portugal. Como primeiro-ministro destacou-se pela política de contenção da despesa pública (tendo como Ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite) e pelo apoio à invasão do Iraque em 2003, uma decisão que, de acordo com as sondagens, era contrária à opinião da grande maioria dos portugueses. Em 31 de Março de 2004, inaugura em Cabo Ruivo a nova sede da Rádio e Televisão de Portugal.

 

A mudança para Bruxelas

A Comissão deveria ter entrado em funções no dia 1 de novembro de 2004 mas, devido à oposição do Parlamento Europeu quanto à escolha de alguns comissários, Barroso viu-se obrigado a esperar. Teve de afrontar em 2005 o «não» à Constituição Europeia de franceses e neerlandeses, que se expressaram em referendo. Declara pouco depois destes votos negativos que não está pessimista e acredita no futuro da União e continua a sua política de aproximação da Europa em relação aos cidadãos. Em 16 de setembro de 2009, Durão Barroso foi reeleito com a maioria absoluta dos votos no Parlamento Europeu.

 

fonte

 

 

ENG:

 

José Manuel Durão Barroso (born 23 March 1956) is the 11th and current President of the European Commission and a Portuguese politician. He served as Prime Minister of Portugal from 6 April 2002 to 17 July 2004.

 

Political carer

Barroso's political activity began in his late teens, during the Estado Novo regime in Portugal, before the Carnation Revolution of 25 April 1974. In his college days, he was one of the leaders of the underground Maoist MRPP. In December 1980, Barroso joined the right-of-centre PPD (Democratic Popular Party, later PPD/PSD-Social Democratic Party), where he remains to the present day.

 

In 1985, under the PSD government of Aníbal Cavaco Silva, Barroso was named Under-Secretary of State in the Ministry of Home Affairs. In 1987 he became a member of the same government as he was elevated to Secretary of State for Foreign Affairs and Cooperation. In 1992, Barroso was promoted to the post of Minister of Foreign Affairs, and served in this capacity until the defeat of the PSD in the 1995 general election.

 

In opposition, Barroso was elected to the Assembly of the Republic in 1995 as a representative for Lisbon. There, he became chairman of the Foreign Affairs Committee. In 1999 he was elected president of his political party, PSD. Parliamentary elections in 2002 gave the PSD enough seats to form a coalition government with the right-wing Portuguese People's Party, and Barroso subsequently became Prime Minister of Portugal on 6 April 2002. Barroso did not finish his term as he had been nominated as President of the European Commission on 5 July 2004.

 

The EPP again endorsed Barroso for a second term during the 2009 European election campaign and, after the EPP again won the elections, was able to secure his nomination by the European Council on 17 June 2009. On 3 September 2009, Barroso unveiled his manifesto for his second term. On 16 September 2009, Barroso was re-elected by the European Parliament for another five years.

 

On 12 September 2012 Barroso has called for the EU to evolve into a "federation of nation-states". Addressing the EU parliament in Strasbourg, Mr Barroso said such a move was necessary to combat the continent's economic crisis. He said he believed Greece would be able to stay in the eurozone if it stood by its commitments. Mr Barroso also set out plans for a single supervisory mechanism for all banks in the eurozone.

 

source

11.04.2011

updated: 2013-11-19

icon Jose Manuel Barroso
icon Jose Manuel Barroso
icon Jose Manuel Barroso
icon Jose Manuel Barroso
icon Jose Manuel Barroso
icon Jose Manuel Barroso

ElectionsMeter is not responsible for the content of the text. Please refer always to the author. Every text published on ElectionsMeter should include original name of the author and reference to the original source. Users are obliged to follow notice of copyright infringement. Please read carefully policy of the site. If the text contains an error, incorrect information, you want to fix it, or even you would like to mange fully the content of the profile, please contact us. contact us..

 
load menu